Mensagem na garrafa (Portugues - BR)

All Rights Reserved ©

Capítulo 6 – Aniversário

Assim que o relógio marcou 19:30, a campainha tocou. Arthit, que já mostrava sinais de ansiedade desde que chegou do trabalho, correu para abrir a porta onde encontrou três pessoas do lado de fora: Kongpob, que Arthit reconheceu da foto que recebeu junto com a carta, juntamente com um casal mais velho, que presumiu serem o Sr. e a Sra. Suthiluck.

Arthit abriu um enorme sorriso enquanto olhava para Kong, antes de começar a falar.

- Kongpob, Sr., Sra., muito prazer. Sou Arthit Rojnapat. Em seguida, fez um wai (reverência tailandesa que mostra sinal de respeito as pessoas mais velhas) para as pessoas a sua frente.

Após fazerem um wai de volta, Kong não se conteve e falou:

- Muito prazer, P’Arthit. Mas, eu não fiz meus pais carregarem as sacolas com os presentes que eu preparei para não ganhar um abraço de você. E, abrindo os braços, puxou Arthit para um dos melhores abraços da sua vida.

Após soltar Arthit, Kong falou:

- Phi, estes são Kerkkrai e Ankara Suthiluck, meus pais.

- Muito prazer, Sr. e Sra. Suthiluck. Falou Arthit.

- Por favor, Arthit, basta nos chamar de tios. Algo me diz que, a partir de agora, nós estaremos muito próximos a você. Falou a Sra. Suthiluck com um belo sorriso no rosto.

- Obrigado, Tio e Tia. Agora, por favor, vamos entrar. Meus pais também estão loucos para conhecê-los. Disse Arthit enquanto os conduzia para dentro.

Dentro de casa, David e Jane Rojnapat se encontravam na cozinha, preparando algumas bandejas com doces e salgados para servir aos amigos de Arthit, que estavam acomodados no quintal de casa, aproveitando o agradável clima do mês de janeiro, quando os novos convidados entraram.

- Pai, Mãe, gostaria de apresentá-los a Tio Kerkkrai, Tia Ankara e Kongpob Suthiluck. Falou Arthit.

- Tios, Kongpob, esses são meus pais: David e Jane Rojnapat

- Muito prazer. Disseram os dois ao mesmo tempo, enquanto faziam wai aos convidados. Sejam bem-vindos a nossa casa. Complementou o Sr. David Rojnapat.

Após as apresentações, os pais de Arthit também pediram a Kong para chamá-los de tio e tia, o que ele aceitou de bom grado. Kong pegou as sacolas com seus pais e as colocou sobre a bancada da cozinha. Primeiro, ele ofereceu as flores que trouxe para a família, enquanto explicava seu significado, conforme as instruções de sua irmã. Em seguida ofereceu o colar a Sra. Jane e o vinho ao Sr. David. Por fim, ele entregou a Arthit o robô que trouxe de presente de aniversário. Todos agradeceram pelos mimos que receberam. A grande sensação aconteceu quando ele retirou da sacola, a garrafa junto com a mensagem. Queria que todos fossem testemunhas do objeto que fez Arthit voltar 15 anos no tempo e deu a oportunidade de se conhecerem. Emocionado, Arthit perguntou se podia segurar a garrafa e disse que gostaria de mostrar a seus amigos. Olhando para os pais de Kong, ele falou:

- Tios, eu gostaria de apresentar Kong aos meus amigos. Vocês gostariam de vir conosco agora ou gostariam de ficar um pouco mais com meus pais e se juntar a nós daqui a pouco?

- Oh... Podem ficar à vontade. Vamos ficar aqui com nossos novos amigos e depois nos juntaremos a vocês. E não se preocupe com a gente. Nós estamos nos sentindo em casa. Falou o Sr. Kerkkrai.

- Então vamos, Kong. Eu quero apresentá-lo aos meus amigos que já estão acomodados no quintal. Falou Arthit, e, agindo como se fosse a coisa mais natural do mundo, segurou na mão de Kong e o puxou pela cozinha em direção a parte de trás da casa, deixando os quatro adultos sorrindo atrás deles.

Ao chegar no quintal, ainda segurando a mão de Kong, Arthit pediu a atenção de todos os presentes.

- Pessoal, gostaria de apresentar a vocês o meu amigo Kongpob.

- E por que nunca ouvimos falar dele? Perguntou seu amigo Bright, enquanto os outros diziam palavras de boas-vindas a Kongpob.

Olhando nos olhos um do outro, enquanto trocavam um sorriso silencioso, Arthit começou a explicar:

- Vocês estão vendo essa garrafa?

- Simmmm! Seus amigos responderam em coro.

- Então, quando eu fiz 10 anos, meus pais me levaram pra Phuket para comemorar meu aniversário. Lá, fizemos um passeio de navio e blá blá blá ... mensagem ... blá blá blá ... garrafa ... e no Natal ... blá blá blá ... depois combinamos tudo por carta e aqui estamos. Arthit sorria depois de explicar como tudo aconteceu.

O burburinho foi geral. Alguns chegaram a gritar de empolgação, outros apenas sorriam, outros começaram a perguntar mais detalhes sobre Kong. Ninguém queria acreditar que tudo começou com uma mensagem na garrafa. O resto da noite virou um verdadeiro festival de perguntas e brincadeiras.

Continue Reading Next Chapter

About Us

Inkitt is the world’s first reader-powered publisher, providing a platform to discover hidden talents and turn them into globally successful authors. Write captivating stories, read enchanting novels, and we’ll publish the books our readers love most on our sister app, GALATEA and other formats.